Malhação: Viva a Diferença – Ellen é vítima de agressão e racismo no Colégio Grupo​

A adolescente passa a ser constantemente humilhada na nova escola, inclusive pela orientadora Malu (Daniela Galli)

Thomaz Rocha

Ellen decide enfrentar seus agressores com a cabeça erguida | <i>Crédito: Divulgação
Ellen decide enfrentar seus agressores com a cabeça erguida | Crédito: Divulgação

A vida de Ellen (Heslaine Vieira) na nova escola não vai ser nada fácil. Logo em seu primeiro dia de aula, a estudante foi hostilizada por Malu (Daniela Galli), que jogou na cara da garota que ela está no colégio de favor. No capítulo de hoje (terça 17), de Malhação: Viva a Diferença, Ellen é humilhada por alguns alunos do Colégio Grupo quando eles arremessam farinha na cabeça dela, alegando ser um trote para a recém-chega. Jota (Hall Mendes), Tina (Ana Hikari) e Lica (Manoela Aliperti) a defendem e afastam os alunos agressores de perto dela. Felipe (Gabriel Calamari) e Lica cobram de Clara (Isabella Scherer) uma atitude de Marta contra o trote sofrido por Ellen. E a menina discute com a mãe, só que de nada adianta. E o pior ainda está por vir.

 

Felipe e Lica exigem uma atitude de Clara contra a mãe megera dela

Ellen sofre ataques de racismo na escola, sendo vítima de várias injúrias por ser negra e pobre. Ellen fica muito abalada, mas, apesar de pensar em sair da instituição de ensino, ela se enche de coragem e decide enfrentar a todos com a cabeça erguida, mesmo sem a presença de Bóris (Mouhamed Harfouch), o único em quem confiava. Nena (Roberta Santiago) e Das Dores (Ju Colombo) cobram uma atitude de Edgar (Marcello Anthony) contra o racismo e o diretor obriga alguns estudantes a pedirem desculpas a estudante. Mas não adianta nada! Eles continuam maltratando a adolescente e fazem uma caricatura dela no espelho do banheiro. Que situação!

17/10/2017 - 14:55

Conecte-se

Revista Minha Novela