O Outro Lado do Paraíso, urgente! Clara desmascara Gustavo e Nádia expulsa o marido de casa

O corrupto implora perdão de joelhos à mocinha, enquanto sua esposa vira amante de Odair

Jorge Luiz Brasil

A perua acaba com a raça do marido ao descobrir que é traída | <i>Crédito: Divulgação Globo
A perua acaba com a raça do marido ao descobrir que é traída | Crédito: Divulgação Globo

Hoje (quinta 8), o bicho vai pegar em O Outro Lado do Paraíso. Terceiro da lista de Clara (Bianca Bin) no plano de sua vingança, Gustavo (Luis Mello) vai sentir o gostinho do vexame e da humilhação, após ser flagrado nos braços de Leandra (Mayana Neiva) por sua mulher, Nádia (Eliane Giardini). Com a informação do dia certo da visita do juiz ao bordel, Clara convida Nádia para conversar com Mercedes (Fernanda Montenegro) em Pedra Santa. Depois, arruma uma desculpa e diz que precisa buscar Beth (Gloria Pires) no local. Antes, a mãe de Diego (Arthur Aguiar) conhece Mercedes e tem uma consulta com ela. A vidente não esconde o jogo e avisa que os Anjos lhe disseram que a metida a dondoca vai passar por grandes dificuldades, mas que depois terá muitas alegrias, já que uma criança irá surgir da sua vida.

Após a consulta, a dona do salão fica curiosa para conhecer melhor o bordel. Já no local, Clara se oferece para lhe mostrar o espaço. “Este é o quarto da Leandra, dona do estabelecimento”, diz a milionária. “Tenho certeza que vai adorar. Entre”, completa Clara, cheia de malícia. Ao abrir a porta, Nádia toma um susto e dá de cara com Leandra seminua e Gustavo sem camisa na cama. Ela fica chocada. “Você? Ah, safado!”, grita Nádia, que se atira sobre o marido, enlouquecida. Gustavo tenta se explicar. Mas não adianta. “Eu te mato, eu te mato. Safado, não tem explicação nenhuma. Sei perfeitamente o que está fazendo aqui. Você disse que ia dar um parecer judicial em outra cidade. É esse seu parecer judicial? Eu acabo com você agora mesmo! Eu arranco suas orelhas”, desabafa a mãe de Bruno (Caio Paduan), que ataca Leandra, dizendo que ela seduziu seu marido.

A prostituta joga mais sujeira no ventilador. “Seduzi é nunca. Ele é sócio aqui do bordel, e é sócio desde sempre. Veio pegar a féria. E eu sou o extra”, revela moça. Nádia parte pra cima do marido novamente, Leandra tenta apartar e é agredida. Bolada, devolve os tapas na mulher. Gustavo se mete no meio. “Parem, parem com essa violência. Parem”, pede Gustavo, que apanha das duas.  O barraco é geral e chama a atenção das outras prostitutas. Quando chega em casa, Gustavo tenta mais uma vez se explicar, mas Nádia esculhamba o marido na frente dos filhos e conta tudo o que ocorreu. Bruno alerta ao pai que ele pode perder o cargo de juiz e ser obrigado a se aposentar, já que não poderia exercer outra função, ainda mais como sócio de um bordel. Nádia o expulsa de casa e diz que ele vai pagar com a mesa moeda.

Preocupado, o corrupto decide procurar Clara e pedir para ela não denunciá-lo. “Eu tenho bons motivos para fazer essa denúncia”, avisa ela. Gustavo se ajoelha diante da mocinha. “Não me denuncie. Eu imploro. Um juiz  não pode ter um negócio paralelo. Muito menos um bordel. Eu sei que o bordel não está no meu nome, mas há testemunhas”, explica o pai de Bruno. Clara responde que o que não faltam são testemunhas. O safado insiste. “O sistema judiciário dá muita importância a questões como honra, respeito. Um juiz não pode ter seu nome sujo. Pelo contrário, a dignidade de um juiz deve estar acima da dignidade de qualquer outro cidadão. Se me denunciar, serei afastado do cargo. Depois, julgado por um tribunal de desembargadores e aposentado compulsoriamente.

Perderei tudo o que tenho hoje, meu padrão de vida será outro”, implora o amigo de Sophia (Marieta severo). Como Clara não amolece, ele oferece ajuda para ajudá-la a ganhar a guarda de Tomaz (Victor Figueiredo). Aí que Clara se irrita mais ainda e diz que seu filho não é moeda de troca. Gustavo levanta e ameaça a ricaça, dizendo que pode acabar com ela por ser mais forte. Renato (Rafael Cardoso), que já havia chegada e estava escutando a conversa escondido, aparece e defende a amada. Clara, então, avisa ao juiz que se prepare, pois ela irá denunciá-lo, e ainda dirá que sofreu ameaças.

 

Nádia ataca Odair no salão

Já Nádia, arrasada, aparece no salão e conta tudo para seus funcionários, que não perdem a oportunidade de sacanear a bonitona. Nádia ainda tem a cara de pau de falar que terá que diminuir porcentagem de lucro dos funcionários porque agora só terá o salão para se sustentar. Nick (Fábio Lago), Marcel, Ivanilda (Telma Souza) e outros funcionários avisam que não aceitam sua decisão, caso contrário vão deixá-la na mão. Odair (Felipe Titto) é o único que aceita o sacrifício, deixando os colegas revoltados. Eles se unem e decidem conversar sobre o assunto fora do estabelecimento. Nádia aproveita que fica sozinha com o saradão, agradece sua solidariedade e o agarra. Os dois transam loucamente e ela comenta que se sentiu vingada do marido. "Vou me separar do meu marido. Ele me traiu, vergonhosamente, por todos esses anos. Agora vou pagar na mesma moeda. Sempre botei um olho em você. Estou disposta até a ter um caso!", comenta ela. Odair fica surpreso, mas Nádia explica que pretende mostrar a todos de Palmas que deu a volta por cima. "É isso sim. Vai ter um caso comigo. Um caso. É uma ordem!", avisa a mãe de Diego. Odair aceita a sugestão. "Se é uma ordem, eu obedeço. Patroa", responde ele, agarrando a dondoca. 

08/03/2018 - 20:39

Conecte-se

Revista Minha Novela