A Força do Querer, Os Dias Eram Assim e Malhação batem seus recordes de audiência

Malhação: Viva a Diferença e as tramas das 9 e das 11 mobilizaram todo o país

Jorge Luiz Brasil

O drama de Dedé paro o país | <i>Crédito: Divulgação Globo
O drama de Dedé paro o país | Crédito: Divulgação Globo

É lacre atrás de lacre, gente! A prisão de Bibi Perigosa (Juliana Paes), no capítulo da segunda 11 fez o Brasil inteiro chorar. Não por conta da barraqueira, mas pelo drama de Dedé (João Bravo), certamente a criança mais sofrida da história das novelas. Nem Rita (Mel Maia), de Avenida Brasil (2012), que foi jogada no lixão, padeceu tanto. Por conta dessa mobilização nacional, a novela registrou 41ptos, no PNT. E seis de cada dez domicílios com TV ligada no país estavam vendo a trama de Gloria Perez, o que significa que foram 54,5 milhões de telespectadores só nesse dia! Uau! Já no capítulo de ontem (terça 12), em São Paulo, A Força do Querer conquistou 43 pontos de audiência e 59% de participação, recorde das terças-feiras e a segunda maior média da novela, ficando atrás somente do índice de segunda (11/set), quando registrou 44 pontos.

 

O público vibrou com Kiki (Natália do Vale) dando na cara de Cora (Susana Vieira)


Quem também estão sorrindo de orelha a orelha são Ângela Chaves e Alessandra Poggi, as autoras de Os Dias Eram Assim. Além de registrar o recorde na Grande São Paulo, o capítulo da segunda 11, bateu o recorde da supersérie no PNT, que alcançou 30 pontos. E cinco de cada dez domicílios com TV ligada no país estava vendo a novela de o que significa que Os Dias Eram Assim alcançou 44,5 milhões de telespectadores só nesse dia. Muito merecido. Parabéns aos envolvidos.


                                         O rompimento do casal Tinderson está tirando a paz do espectador


Em Malhação: Viva a Diferença a situação é a mesma! A novela completou nove semanas na sexta 8, com expressivos números de audiência. No Painel Nacional de Televisão, é a maior média das últimas nove temporadas, alcançando 22 pontos. Em São Paulo e no Rio de Janeiro, a temporada escrita por Cao Hamburger e dirigida por Paulo Silvestrini conquista a maior média das onze últimas temporadas no mesmo período, com 21 e 24 pontos, respectivamente. Muito merecido. Parabéns aos envolvidos.



13/09/2017 - 15:43

Conecte-se

Revista Minha Novela