Com o pé machucado, Angélica apresenta o novo formato do Estrelas

O Programa ganha missão do bem em sua temporada 2017

Minha Novela Digital

Programa comandado por Angélica terá novidades este ano | <i>Crédito: AgNews
Programa comandado por Angélica terá novidades este ano | Crédito: AgNews

A apresentadora Angélica se reuniu com a imprensa na tarde desta quarta-feira, 29, para contar sobre o novo formato de seu programa, que agora passa a se chamar Estrelas Solidárias. O evento foi realizado no Reffetorio Gastromotiva, instituição que oferece comida, preparada por alimentos que seriam inutilizados pelo comercio, às pessoas com situação de vulnerabilidade social. O restaurante fica na Lapa, no Rio. 

Com a estreia prevista para o sábado 8 de abril, a atração passa a mostrar, com Angélica e os artistas, exemplos de solidariedade. Para isso, a apresentadora e os famosos convidados colocam “a mão na massa” e fazem o mesmo trabalho voluntário das pessoas que se dedicam às instituições e projetos sociais. “Você tem um novo olhar para as coisas. O melhor caminho a se seguir, em um mundo de desamor, é a solidariedade. Procuro passar para meus filhos as minhas vivências com o novo programa”, conta Angélica, que, no evento, estava usando uma bota ortopédica, devido a uma torção no pé direito. O acidente aconteceu na casa da apresentadora e a previsão é que ela use a bota por dez dias.

Debora Nascimento, Jesuíta Barbosa, Dira Paes, Klebber Toledo e Padre Fábio de Melo são algumas das estrelas convidadas que imergiram em experiências voluntárias. Os projetos incluem desde reaproveitamento de flores (que seriam jogadas no lixo) para a criação de novos arranjos que são entregues em casa de repouso. “O mais legal em ser voluntário é você sentir na pele o que as pessoas passam. Todas as instituições são muito especiais. Fiquei muito sensibilizada com o trabalho com idosos. Me chamou a atenção a solidão na carinha dessas pessoas. Isso mexeu muito comigo”, conta Angélica, animada com o novo formato do programa, que está completando 11 anos no ar.  Em outra instituição que também será mostrada no programa, é feita a construção de sistemas de água potável para as famílias que não têm acesso a esse bem básico. 

29/03/2017 - 16:47

Conecte-se

Revista Minha Novela