Desfile de mulher bonita em A Força do Querer

Elenco apresenta A Força do Querer, a nova novela das 9 da Globo

Jorge Brasil

Paolla Oliveira, Isis Valverde e Juliana Paes | <i>Crédito: AgNews
Paolla Oliveira, Isis Valverde e Juliana Paes | Crédito: AgNews
Um festival de mulher bonita. Assim pode ser resumida a coletiva de imprensa de A Força do Querer, próxima novela das 9, da Globo, que estreia dia 3 de abril. Paolla Oliveira, Juliana Paes, Isis Valverde, Bruna Lynzmeyer, Débora Falabella e Maria Fernanda Cândido foram algumas das divas que circularam entre galãs do porte de Rodrigo Lombardi, Marco Pigossi e Fiuk. Animadíssimo o elenco reverenciou sua mestra, a autora Glória Perez, que, depois de mergulhar em culturas exóticas do mundo todo, direciona seu texto para os costumes brasileiros. A novela se passará no eixo Pará-Rio de Janeiro e ainda terá o merchandising social, marca da autora, presente em temas como segurança pública, vício em jogo e identidade de gênero.
O diretor Rogério Gomes, o Papinha, comandou o encontro ao lado de Glória, que revelou estar animada com o projeto. "Estou encantada de trabalhar com essas pessoas. Que seja uma caminhada feliz, como tem sido até agora", conta. "Estamos começando uma novela linda e teremos muita coisa pela frente. Queria agradecer a minha equipe, que trabalha comigo há algum tempo. Sinto grande orgulho e emoção de ter Betty Faria e Othon Bastos nesta novela!", completa o diretor.
Outra que distribuía empolgação pelo estúdio da Globo era Isis Valverde: "Sempre procurei não me repetir. Mudar a voz e os trejeitos. As pessoas são conquistadas pelos detalhes e é isso que eu busco. Estou muito feliz, dou muita risada e me sinto muito livre. Estou muito envolvida". Já Marco Pigossi contou que está muito feliz por repetir o par romântico com Isis, depois do sucesso em Boogie Oogie (2014). “Nós nos demos muito bem. Isis é encantadora”, afirma ele que, está curtindo interpretar um caminhoneiro. "Já quis ser tudo nessa vida: piloto, motorista, astronauta... Na nossa profissão, podemos ser um pouco de tudo. Agora sou um caminhoneiro e estou adorando. Fiz uma viagem de uma semana com um caminhoneiro para saber mais como é o dia a dia dessas pessoas que moram na estrada", ressalta.
Ritmo típico do Pará, o carimbo contagiou todo o elenco, durante a apresentação de um grupo de dança. “É muito gostoso, gente. Levanta, vamos dançar”, brincou Isis.

14/03/2017 - 19:54

Conecte-se

Revista Minha Novela