Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso prestam queixa de racismo por ofensas feitas contra Titi

A socialite brasileira Day McCarthy fez um vídeo que rodou a internet: “Não sei por qual motivo ficam elogiando aquela macaca. Cabelo de pico de palha”

Jaquelini Cornachioni

Titi é vítima de comentários racistas pela segunda vez | <i>Crédito: Google
Titi é vítima de comentários racistas pela segunda vez | Crédito: Google

Após indignar as pessoas com ataques preconceituosos contra a filha de Roberto Justus, Day McCarthy fez um vídeo repleto de comentários racistas contra Titi, filha de Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso. No vídeo que circulou pela internet no sábado 25, a socialite aparece chamando a pequena de “macaca” e criticando a sua aparência. “Não sei por qual motivo ficam elogiando aquela macaca. Cabelo de pico de palha. A menina é preta, tem um nariz de preto horrível”, diz. Em uma live em seu instagram, Day chegou ainda a mandar Titi e todos os que estão chocados com o seu vídeo de volta para a África.

Em seu instagram, Giovanna Ewbank mandou um recado para a socialite. “Racismo é crime e já estamos tomando as devidas providências perante a lei”. A acusada deverá responder por injúria racial, que está prevista no artigo 140, parágrafo 3º, do Código Penal, que estabelece a pena de reclusão de um a três anos e multa. No ano passado, Titi já tinha sido vítima de outro comentário racista. Além de Giovanna, Bruno também se manifestou sobre o caso: “Numa sociedade racista, não basta não ser racista, é necessário ser antirracista”.

27/11/2017 - 09:57

Conecte-se

Revista Minha Novela