Relembre a novela 'A Favorita'

“A Favorita. Foi mágico o autor não contar desde o começo quem era a vilã. Eu apostava na Flora. Bapho! Amei!”, conta a leitora Priscilla Jucá

Texto: Thomaz Rocha

Patrícia Pillar e Claudia Raia | <i>Crédito: Divulgação/Rede Globo
Patrícia Pillar e Claudia Raia | Crédito: Divulgação/Rede Globo
Depois de dois sucessos no horário das 7 - Da Cor do Pecado (2004) e Cobras & Lagartos (2006) -, João Emanuel Carneiro foi escalado para escrever sua primeira trama das 9. Em 2/6/2008 foi ao ar o primeiro capítulo de A Favorita, trama em que duas mulheres, Flora (Patrícia Pillar) e Donatela (Claudia Raia), contam a mesma história em versões diferentes. No passado, elas formavam a dupla sertaneja Faísca & Espoleta, mas Marcelo (Flavio Tolezani), o marido de Donatela e amante de Flora, é brutalmente assassinado. Cada uma acusa a outra pelo crime, mas Flora é presa pelo homicídio. Dezoito anos depois, Flora sai da cadeia e luta para provar que a criminosa era Donatela. Além disso, elas ainda brigam pelo amor de Lara (Mariana Ximenes). Apesar de ser filha biológica de Flora, a jovem é criada por Donatela, acreditando que a verdadeira mãe é uma assassina. Mas quem está falando a verdade, Flora ou Donatela?

A verdade vem à tona
Donatela vive na mansão dos sogros, Gonçalo (Mauro Mendonça) e Irene (Glória Menezes), com Lara e o atual marido, Dodi (Murilo Benício). Arrogante, ela adora esbanjar sua riqueza, ao contrário da doce e humilde Flora. Com isso, a loira consegue o apoio de Irene para se aproximar de Lara. No campo amoroso, Flora começa a se relacionar com o jornalista Zé Bob (Carmo Dalla Vecchia), que também se envolve com sua inimiga. Após vários confrontos, Donatela perde a cabeça e aponta uma arma para Flora. Mas a ex-presidiária afirma que a rival não tem coragem de matá-la, porque a assassina entre as duas é ela. E a angelical flora revela sua verdadeira face demoníaca.

Beijinho doce
Maquiavélica, Flora coloca Donatela na prisão pela morte do Dr. Salvatore (Walmor Chagas), médico que tentou salvar Marcelo no dia de seu assassinato. Com a ajuda de Diva (Giulia Gam), sua amiga de cela, Donatela foge da cadeia e é dada como morta. Mas a protagonista perde a confiança de todos, inclusive de Lara. Furiosa, Donatela traça um plano para se vingar de Flora e consegue o apoio de Zé Bob, com quem começa a namorar, e de Halley (Cauã Reymond), o filho adotivo de Cilene (Elizângela) e namorado de Lara. O rapaz descobre ser o herdeiro sequestrado, que Donatela tanto procurava, e rompe com Lara, por ser seu meio-irmão. Enquanto isso, Gonçalo é cruelmente assassinado por Flora, depois que ele a desmascara. Ardilosa, a vilã assume a presidência da empresa da família e faz lavagem de dinheiro. O que a megera não esperava era que Irene e Lara descobrissem toda a verdade. Numa armação de Donatela, Flora é obrigada a assumir publicamente todos seus crimes. Antes de ser presa, ela mata Dodi, seu cúmplice. Donatela e Zé Bob se casam, mas Flora escapa da prisão e os ameaça com um revólver. Lara chega a tempo e atira na mãe biológica. De volta à cadeia, Flora enlouquece e diz se chamar Donatela. Já Lara descobre ser filha de Dodi e não de Marcelo e corre para os braços de Halley. Na lembrança de Donatela fica apenas a cumplicidade com Flora, quando crianças.

20/02/2017 - 14:27

Conecte-se

Revista Minha Novela