Relembre a novela 'O Primeiro Amor'

Com Sérgio Cardoso e Rosamaria Murtinho, a trama marcou a leitora Nicinha Costa

Texto: Thomaz Rocha

Marcos Paulo, Rosamaria Murtinho e Aracy Balabanian | <i>Crédito: Divulgação / Rede Globo
Marcos Paulo, Rosamaria Murtinho e Aracy Balabanian | Crédito: Divulgação / Rede Globo
No rastro do sucesso de Minha Doce Namorada (1971), Walther Negrão, escalado para escrever a próxima novela do horário, fez uma pesquisa para traçar elementos que tinham dado certo nessa trama para produzir uma nova história. Assim foi criada a novela O Primeiro Amor. As chamadas mostravam o clima descontraído dos personagens: “Novela diferente, dedicada aos jovens românticos de todas as idades. Joia, poesia, vida em forma de romance quando se encontra o primeiro amor”. Logo em seu primeiro capítulo, exibido em 24/01/1972, Luciano (Sérgio Cardoso/Leonardo Villar) chega à pacata cidade de Nova Esperança com seus filhos Júnior (Herivelto Martins Filho), Babi (Suzana Gonçalves), Zizi (Rosana Garcia) e Rui (Marco Nanini). O viúvo contrata Paula (Rosamaria Murtinho) para ser a governanta de sua casa e para tomar conta dos filhos, enquanto assume a direção de um colégio que foi do seu pai no passado. O professor e Paula acabam se apaixonando. O problema é que Babi é contra o relacionamento do pai com a criada e se une aos irmãos para atrapalharem a relação. 

Coração dividido
Na escola, Luciano acaba reencontrando Maria do Carmo (Tônia Carrero), uma professora de inglês com quem namorou no passado. Ela faz de tudo para se aproximar do ex-namorado e tirá-lo do cargo de diretor do colégio. A motivação da raiva da moça é uma suposta ilusão amorosa que viveu com o protagonista. Os problemas não param por aí! O estudante Rafa (Marcos Paulo) vive causando confusões na escola. Até que ele começa a liderar um grupo de rebeldes que toca o terror por onde passa. Luciano decide, então, contratar uma psicóloga, com o objetivo de disciplinar os alunos. O que o diretor não contava era que fosse cair nos encantos da profissional, Giovana (Aracy Balabanian). Sem saber se fica com Paula ou Giovana, Luciano entra em um sério conflito. Do outro lado da cidade, Shazan (Paulo José) e Xerife (Flávio Migliaccio), que trabalham na oficina de bicicletas, vivem fazendo engenhocas que conquistam as crianças. A criativa dupla inventa a camicleta, uma espécie de fusão entre um caminhão com bicicleta. 

Morte na vida real
Faltando apenas 28 capítulos para o término da novela, Sérgio Cardoso, que vivia o protagonista Luciano, faleceu vítima de um ataque cardíaco. Muito querido pelo público, estima-se que mais de vinte mil pessoas acompanharam o enterro do ator, em São Paulo. O elenco se reuniu no Teatro Fênix para homenagear Sérgio. Paulo José leu um texto explicando que, a partir daquele momento, o professor Luciano seria interpretado por Leonardo Villar. No final da trama, Shazan e Xerife deixam Nova Esperança para procurar uma peça mágica para construir uma bicicleta voadora. Rafa também sai da cidade, enquanto Maria do Carmo é internada como louca. Giovana decide deixar o caminho livre para Luciano se casar e ser feliz ao lado de Paula, seu grande amor desde o início.

16/09/2016 - 09:29

Conecte-se

Revista Minha Novela