Bernardo Velasco fala sobre seu papel em 'Belaventura': "Tudo feito com amor!"

O ator se revela tão encantador quanto o nobre Enrico, seu personagem na novela Belaventura

Texto: Fernanda Chaves

Bernardo Velasco | <i>Crédito: SÉRGIO BAIA / DIVULGAÇÃO
Bernardo Velasco | Crédito: SÉRGIO BAIA / DIVULGAÇÃO
Com cinco anos de carreira, Bernardo Velasco já foi um professor de Kung Fu em Malhação – Conectados (2011), um garotão da Zona Sul do Rio em Pecado Mortal (2013) e um dedicado hebreu em Os Dez Mandamentos (2015) e A Terra Prometida (2016). Mas só agora tem o personagem que melhor o define: um príncipe.

Em Belaventura, novela das 7 da RecordTV, o niteroiense interpreta Enrico, filho do Rei Otoniel (Kadu Moliterno) e herdeiro da coroa. Essa também é a estreia do ator como protagonista de um folhetim. O bonitão, de 31 anos, conta como recebeu a notícia. “Inicialmente deu medo. Será que vou dar conta? Muita cena, muito texto... Contar grande parte dessa história é uma responsabilidade. Mas, depois que comecei o processo de estudo, de mergulho nesse personagem, foi dando confiança. Deixei de pisar em ovos e consegui fincar mesmo o pé”, relata. Além disso, o aquariano carrega outro título, um que atinge direto o ego: o de galã. “Mexe com a gente sim, mas esse título já mexeu mais comigo. Contar boas histórias é o que me interessa”, avisa o ator, que se inspira nos mitos Marlon Brando e James Dean. 

FICÇÃO OU REALIDADE? 
No folhetim, não é só sua origem que faz de Enrico um príncipe. Mas, principalmente, suas atitudes. E quem pensa que isso fica só na ficção, está enganado. Eles não estão em extinção! “Acho que estou quase chegando num nível de príncipe (risos). O Enrico é muito fiel ao que ele acredita, aos princípios dele. Não liga para títulos, riquezas. Não aceita desigualdade e o Bernardo está indo por esse caminho. Ele é romântico, luta bravamente para ter a pessoa que ama ao seu lado. Então, acho que essas coisas têm amadurecido muito dentro de mim” conta. “Enrico abriu muitas gavetas minhas que estavam escondidas ou adormecidas e, cada vez mais, tenho resgatado isso. Então estou mesmo no caminho do príncipe”, brinca. Assim como na trama de Gustavo Reiz, Bernardo também é romântico. “Onde há amor, o romantismo resiste, tem força pra mover montanhas. É um clichê, mas acredito mesmo que, no final das contas, havendo amor, é o que importa”, filosofa. 

QUÍMICA PERFEITA 
Assim como o ator, Rayanne Morais, seu par romântico em Belaventura, também é estreante como protagonista de uma novela. “É incrível porque nós somos atores que não temos tanta experiência, então, nós demos as mãos e falamos: ‘vamos lá, agora é com a gente’. E construímos o amor de Pietra e Enrico. E está sendo incrível trabalhar com ela, a gente já se conhecia de Os Dez Mandamentos, já tínhamos uma relação bacana que, agora, só aprofundou. Rayanne é muito parceira, muito amiga”, elogia. 

TUDO NO TEMPO CERTO 
Emendando um trabalho no outro, Bernardo analisa sua trajetória nos últimos cinco anos. “Ainda vejo uns vídeos antigos... Tive uma evolução gritante. Tenho muito o que melhorar ainda, estou longe de ser um grande ator, mas acho que tenho talento. Como ainda sou jovem na profissão, comecei a estudar teatro em 2011, estou subindo os degraus aos poucos e está dando tudo certo. Peguei um personagem aqui, fiz outro ali e, agora, veio esse grande presente de fazer o protagonista. Cada etapa tem acontecido gradativamente, está tudo lindo, acontecendo tudo no tempo certo”, comemora o astro. 

CASADO COM O TRABALHO 
Formado em Educação Física, Bernardo adora malhar, mas está sem tempo para se dedicar aos exercícios físicos. “Sou vaidoso, me cuido. Mas agora está difícil, gravo de segunda a sábado, às vezes até nove da noite. Tem três meses que não piso na academia. Vai malhar ou estudar? Vou estudar. Vai descansar ou estudar? Vou estudar. Tudo o que faço hoje em dia é pensando na novela, desejando desempenhar um bom trabalho, tudo feito com muito amor. É difícil interpretar um protagonista, não é uma tarefa fácil, mas estou superfeliz. É uma correria danada, mas é gratificante demais”, vibra.

11/08/2017 - 14:55

Conecte-se

Revista Minha Novela