Dudu Azevedo festeja seu primeiro protagonista em novelas

Ele dá vida ao herói Asher, de O Rico e Lázaro, mas não se deslumbra com o sucesso: "O importante é estar sempre trabalhando e gostar do que faz", diz o ator

Texto: Fernanda Chaves

Dudu Azevedo | <i>Crédito: FAYA / DIVULGAÇÃO
Dudu Azevedo | Crédito: FAYA / DIVULGAÇÃO
Por trás da caracterização do herói Asher, de O Rico e Lázaro, se esconde um cara tranquilo, família e muito focado no trabalho. Aos 38 anos, Dudu Azevedo vive seu primeiro protagonista em uma novela e acredita que esse trabalho chegou no momento ideal. “Tudo vem na hora certa. Eu não posso questionar o tempo, ele é meu amigo. Esse resultado é fruto de muito esforço, de longos anos e fico lisonjeado em ser creditado a um personagem como o Asher. Ele é incrível”, comemora. Apesar de possuir um dos principais papéis da trama, o carioca afirma que esse status não lhe sobe à cabeça: “Como ator, nunca almejei ser o protagonista. Sempre desejei fazer bons personagens e ser reconhecido pela qualidade do meu trabalho. Sei que ter o papel central não deixa de ser um reconhecimento, mas o importante é estar sempre trabalhando, gostar do que faz e conseguir chegar ao resultado desejado. É isso que me move”.

As pedras no caminho
Em sua segunda novela bíblica (ele participou de Os Dez Mandamentos - Nova Temporada, no ano passado), o ator interpreta um hebreu que passou por muitos problemas. O arqueiro viu toda a sua família morrer, perdeu a Joana (Milena Toscano), o grande amor da sua vida, foi traído pelo amigo Zac (Igor Rickli) e acaba escravizado na Babilônia. Toda essa situação gera no rapaz um sentimento de vingança e faz com que Asher lute pelo seu futuro. Dudu justifica o personagem. “Ele é íntegro e defensor das suas próprias causas, daquilo que acredita. Acho que nós todos somos defensores das nossas próprias razões. Somos todos humanos, suscetíveis a erros, acertos, felicidades e frustações”, discursa o galã.

De corpo e alma
O Rico e Lázaro têm vários momentos de ação e se engana quem pensa que Dudu usa um dublê para isso. O bonitão avisa que faz questão de atuar nessas cenas. “Já não sou mais um garoto, às vezes, sinto dor na lombar, na cervical, no joelho (risos). Mas, não posso negar que me instiga muito. Eu amo fazer esse tipo de cena, parece que coloca a gente ainda mais no personagem”, explica. 

Um cara de família 
Casado a pouco mais de um ano com a médica Fernanda Mader, o carioca revela que, por conta das profissões de ambos, a rotina do casal é bem conturbada. “Eu e a Nanda temos um tempo curto, mas acho que o amor e a escolha que a gente fez, o comprometimento que um tem com o outro , faz com que os momentos que a gente tem juntos sejam maravilhosos e que tudo sempre vale à pena”, derrete-se . 

Gravando muito, Dudu aproveita as raras folgas para relaxar. “Sempre fugi do holofote. Tenho um pouco de preguiça de evento. Gosto de ficar em casa com a minha mulher, com as crianças (Manu e Pedro, filhos de Fernanda), os cachorros, gosto de surfar...”, lista Dudu, que também é músico. 

E o galã garante que nem a fama, o poder e o dinheiro guiam sua vida. “Nunca fui ambicioso. Rico é quem tem tempo. Tempo de ficar perto de quem ama, de fazer tudo aquilo que gosta. Esse é o felizardo”, ensina o astro do momento da RecordTV.

09/05/2017 - 11:51

Conecte-se

Revista Minha Novela