Gabriel Stauffer conta que manteria uma relação após uma mudança de gênero

“Se existe amor, por que não?”, afirma o ator que vive os dilemas do Cláudio, de A Força do Querer

Texto: Fernanda Chaves

Gabriel Stauffer | <i>Crédito: RODRIGO LOPES / DIVULGAÇÃO
Gabriel Stauffer | Crédito: RODRIGO LOPES / DIVULGAÇÃO
Mudanças não são um problema na vida de Gabriel Stauffer. Há 7 anos, prestes a se formarem publicidade, o curitibano largou a universidade e o trabalho como redator de anúncios, em uma agência, e embarcou para o Rio de Janeiro para estudar teatro. “Eu era feliz sendo publicitário, mas achava que tinha alguma coisa a mais. Comecei a estudar teatro e me apaixonei. Tive a certeza de que era isso mesmo que eu queria fazer. Me formei e comecei a fazer peças”, conta o ator que faz comerciais para a TV desde os 4 anos de idade.

Hoje, aos 28, Gabriel participa de sua primeira novela. Ele interpreta o Cláudio, de A Força do Querer, um jovem apaixonado pela complicadíssima Ivana, personagem da Carol Duarte. “É uma oportunidade única na minha carreira, que seja a primeira de muitas. Esse personagem é um presente, estou muito feliz”, comemora. E, logo em seu primeiro papel em um folhetim, o rapaz tem como tema central de sua história a transexualidade de Ivana. Gabriel acha que essa trama veio num momento oportuno. “A Gloria Perez é uma autora corajosa, antenada e, no momento em que estamos vivendo, esse assunto precisava ser discutido. É muito importante tratar numa novela das 9 a identidade de gênero, porque muita gente vai conhecer, vai abrir pra discussão nas casas das pessoas”, analisa o ator, que assistiu séries e documentários sobre o tema. 

#CLAUDIVANA 
Apesar de todos os dilemas de Ivana, o público aprova o romance dos dois e espera que ela e Cláudio fiquem juntos. “A torcida está grande! Sempre recebo mensagens bonitas de pessoas torcendo por eles. Isso é o reconhecimento do nosso trabalho. Fazemos tudo pra eles, para o público, e, ter uma resposta positiva, com extremo carinho, é sempre muito bom”, comemora. Apesar da trama ser polêmica, Gabriel não notou nenhum tipo de preconceito vindo dos espectadores. “O público está entendendo bem. Gloria escreve de maneira inteligente, evoluindo as questões da Ivana de forma devagar e mostrando que se trata de um dilema real, que existe e precisa ser falado. Dentro disso, o povo foi criando empatia pela personagem da Ivana e, claro, entendendo seus dramas”, teoriza.

Claudio não desconfia o que se passa na cabeça da amada e não sabemos como ele vai reagir a tudo isso. Mas, seu intérprete revela como agiria caso a paixão da sua vida mudasse de gênero. “Mesmo nunca tendo passado, sempre acreditei que todo relacionamento tem que ser pautado pelo amor, carinho, atração, respeito e admiração. Se tudo isso estiver presente e for genuíno, por que não? Não vejo nenhum problema”, revela o gato, que namora a também atriz Natasha Jascalevich. 

NOVOS HORIZONTES 
Se, na TV, Gabriel ainda é um rosto novo, nos palcos, já foi até premiado. Em 2014, ele protagonizou o espetáculo O Grande Circo Místico, ao lado de Letícia Colin, e foi eleito o Melhor Ator em Musical, no Troféu Cesgranrio de Teatro. Com uma bagagem cheia de peças e filmes, Gabriel está descobrindo como é fazer televisão, em A Força do Querer. “Interpretar para uma novela é uma coisa, para o teatro é outra. Estou aprendendo muito a cada dia que vou gravar e saio dos Estúdios Globo feliz. Minha rotina mudou. Antes eu vivia num fluxo de ensaios para peças e apresentações, de quinta a domingo. Agora é bem diferente! Mas amo trabalhar. Por mim, gravaria todos os dias”, avisa. E nada de descanso! Apaixonado por sua profissão, Gabriel deseja aproveitar cada segundo. “Quero trabalhar em tudo: teatro, cinema, novela”, diz o ator, que, em agosto, estreia o longa-metragem A Costureira e o Cangaceiro, de Breno Silveira, que tem no elenco: Nanda Costa, Marjorie Estiano, Letícia Colin e Rômulo Estrela.

13/07/2017 - 14:10

Conecte-se

Revista Minha Novela