Marina Moschen fala sobre o sucesso em Rock Story

A atriz se revela uma observadora voraz em busca de referências para o seu trabalho

Texto: Thomaz Rocha

Marina Moschen | <i>Crédito: FABRIZIA GRATINIERI / REDE GLOBO
Marina Moschen | Crédito: FABRIZIA GRATINIERI / REDE GLOBO
Um dos casais mais queridos das novelas atualmente é Yasmin e Zac, de Rock Story. Antes mesmo de ver o rapaz virar um popstar, a menina já o amava. Esse namoro está mudando a vida da garota e ela está cada dia mais independente. Yasmin vem se livrado das amarras de sua dominadora mãe, Néia (Ana Beatriz Nogueira). A sintonia desse fofo casal na telinha é forte por conta da intimidade que seus intérpretes, Marina Moschen e Nicolas Prattes, carregam desde Malhação – Seu Lugar no Mundo (2015), trama em que interpretaram os protagonistas Luciana e Rodrigo.

Conhecimento contínuo 
A atriz fluminense recebeu o convite para dar vida à irmã de Léo Régis (Rafael Vitti) antes mesmo de concluir Malhação. Por isso, ela trouxe os fãs que conquistou na novela adolescente para a atual trama das 7. “Malhação foi uma experiência muito boa. Eu aprendi demais, não só na questão de interpretação, como também em técnica, como posicionamento de câmera e luz. Com a Yasmin também aprendo bastante”, afirma Marina, que já conseguiu se acostumar com o cabelo mais curto de sua personagem. “Estou adorando o visual de Yasmin. Ter um cabelo um pouco mais curto é muito diferente, foi difícil me habituar”, conta a jovem estrela. 

Observatório 
Aos 20 anos, Marina também achou muito difícil se acostumar com o universo em que Yasmin vive. Afinal, não é adepta às roupas e acessórios de marcas como tudo o que a patricinha usa. “Não é o meu mundo. Gosto de roupa bonita, com a qual eu me sinta bem vestida. Independente se é de grife, o traje tem que me servir bem e ser confortável”, afirma a bela, que se baseia na observação de meninas da idade de Yasmin no shopping, para tornar a personagem mais real. “Presto atenção em como elas andam e se vestem. Me pergunto quais as motivações para elas se interessarem pelas marcas e por esse universo de luxo. É um exercício constante de observar o outro e ver o que passa pela cabeça dessas pessoas”, afirma. 

Repertório eclético 
Numa novela musical, como Rock Story, o difícil é ficar parado. Marina é bem eclética em relação às canções. Ela curte desde música clássica ao pop, passando pelo samba e MPB: “Eu vou variando. Isso depende muito do dia, de como eu acordo, e como vai ser o meu astral do dia”. Apesar de contracenar com atores que soltam a voz na trama das 7, Marina nunca pensou em se aventurar como cantora. “Jamais tive um trabalho musical. Não entendo nada disso. Eu toparia, mas precisaria de muitas aulas de canto. No dia a dia, a minha cantoria é apenas para as músicas que estão tocando na hora. Se eu sei as letras, estou lá cantando junto, tô nem ai (risos)”, finaliza.

12/05/2017 - 14:53

Conecte-se

Revista Minha Novela