Relembre a novela 'Menina Amada Minha'

A trama mexicana foi exibida no SBT em 2004

Texto: Thomaz Rocha

Karina e César foram cúmplices em muitas armações.Karyme e Sergio brilharam como o casal protagonista | <i>Crédito: Divulgação/SBT
Karina e César foram cúmplices em muitas armações.Karyme e Sergio brilharam como o casal protagonista | Crédito: Divulgação/SBT
Em 26 de janeiro de 2004, o SBT leva ao ar o primeiro capítulo de Menina Amada Minha. A trama conta a história de Clemente Soriano (Eric Del Castillo), um empresário milionário. O dono da fazenda La Noria criou as três filhas, Isabela (Karyme Lozano), Diana (Mayrín Villanueva) e Carolina (Ludwika Paleta), cercadas por todo o conforto e mimo. A queridinha do fazendeiro é Isabela, uma bela amazona que disputa campeonatos de salto com cavalo. Apesar de ela ter um relacionamento com César (Juan Pablo Gamboa), a moça se sente atraída por Vitor (Sergio Goyri), um veterinário que ela conheceu quando quase o atropelou. Diana se forma em arquitetura e volta para a casa do pai. O que ela não espera é se aproximar de Otávio Uriarte (Otto Sirgo), seu colega de profissão. A relação está ameaçada pela uma rivalidade antiga entre a família do rapaz e da arquiteta. O conflito envolvendo os Soriano e os Uriarte teria começado após o assassinato de Orlando. Otávio tem certeza que Clemente matou seu irmão, fato negado pelo ricaço.

Deu a louca no pai
Carolina, a filha mais nova de Clemente, volta dos Estados Unidos com o objetivo de reaquecer o namoro com Rafael (Roberto Palazuelos). Mas o relacionamento esfria e ela se interessa mesmo é por Paulo (Julio Mannino), filho de Paz (Isaura Espinoza), empregada da La Noria. Além da convivência das filhas, Clemente é casado com a ambiciosa Karina (Mercedes Molto), jovem capaz de tudo para manter sua pose de dondoca. Clemente, influenciado pela mulher, não suporta a ideia de que suas meninas não tenham um relacionamento com pessoas do mesmo nível social que elas. Além da barreira que o empresário coloca na relação de Isabela e Vitor, a jovem sofre nas mãos de Karina, que também ama o veterinário. Para piorar, César descobre o envolvimento e se une à vilã para afastar o casal. Além de atrapalhar a vida da filha querida, Clemente arma um plano para separar Carolina de Paulo. O fazendeiro ainda consegue jogar as filhas uma contra a outra.

A união faz a força 
Depois de um tempo, Clemente percebe que destruiu sua família e não aguenta mais ser rejeitado pelas herdeiras. Ele se arrepende de todo o mal que fez e tenta se reaproximar de Isabela, Diana e Carolina. O ricaço consegue o perdão das moças e decide deixar Karina, depois que Isabela desmascara a megera. Descontrolada, a vilã volta à fazenda e ameaça Isabela com uma arma. Vitor chega na hora em que ela atira na protagonista. Para a sorte de Isabela, a bala passa de raspão em seu ombro. Esperta, Karina foge e se esconde no estábulo, onde é encontrada por César. O vilão atiça o cavalo, que pisoteia Karina até a morte. E acaba preso por assassinato. Isabela e Vitor ficam juntos, enquanto Diana e Carolina são felizes ao lado de Otávio e Paulo, respectivamente. Clemente revela à família e aos Uriarte que Orlando morreu de infarto e não assassinado. As famílias se entendem e celebram juntos a paz e a união.

29/12/2016 - 12:00

Conecte-se

Revista Minha Novela