Sthefany Brito: de repente 30

A atriz que interpreta a princesa Nitócris de 'O Rico e Lázaro', se define assim aos 30 anos: “Achava que ia ter uma penca de filhos, mas vi que as coisas mudaram, não são assim. Estou bem resolvida, feliz!”

Texto: Fernanda Chaves

Sthefany Britto | <i>Crédito: Divulgação
Sthefany Britto | Crédito: Divulgação
Longe das novelas desde Flor do Caribe (2013), Sthefany Brito estreiou na RecordTV em O Rico e Lázaro, como a malvada e ambiciosa Nitócris. “Essa personagem é muito diferente de tudo o que eu já fiz. Além de ser incrível, ainda é irmã do meu irmão Kayky Brito, então, é um presente duplo. Acredito que tudo tem o momento certo de acontecer e não teria momento melhor do que esse agora”, comemora. Na trama, a atriz é filha do rei Nabucodonosor (Heitor Martinez) e a paulista conta que está realizando uma fantasia de quando era criança: “Sou uma princesa na novela! Estou realizando um sonho de menina!”

Tudo em casa
Dividir a cena com Kayky não é uma novidade para a moça. Ela e o irmão atuaram juntos nas novelas Chiquititas (2000) e Começar de Novo (2004). Mas, dessa vez, é diferente. “Dou uma patada nele em cena. Depois peço desculpa, dou beijinho, abraço (risos). Amo poder viver histórias que jamais faria, como maltratar o Kayky. Está sendo muito divertido (risos)”, conta Sthefany, que jura não ter medo da rejeição do público, por conta das maldades da Nitrócris. Pelo contrário! “Por favor, quero ser odiada! Essa é a ideia. É o sinal de que a personagem deu certo”, justifica.

Outra faceta 
Apesar de ter ficado quatro anos longe das novelas, a atriz não ficou parada. Além de fazer peças, ela apresentou o Fazendo a Festa, do GNT, enquanto Fernanda Rodrigues estava de licença maternidade. “Sempre gostei muito de me comunicar, falo demais e já tinha uma experiência no TV Globinho (2002/2004). Amei comandar o Fazendo a Festa e, quando acabou, fiquei com um gostinho de quero mais. Foi uma porta que se abriu, uma luzinha que acendeu aqui dentro. É uma coisa que, mais pra frente, vou querer correr atrás, não pretendedo deixar isso morrer não, porque eu gostei”, revela. Mas ela avisa que não pensa em deixar a carreira de atriz. “Atuar é um presente divino, é no que me sinto melhor”, afirma a estrela que está em sua décima novela. 

Mãe apenas na TV
Além de conviver com muitas crianças durante as gravações da atração, Sthefany é mãe em O Rico e Lázaro: do pequeno Belsazar (João Barreto). A atriz garante que sonha com a maternidade, mas diz que esse dia ainda não chegou. “Sempre tive vontade de ser mãe, esse instinto é muito forte em mim. Me sentia muito mãe do Kayky e das pessoas em geral. Trato os meus cachorros como filhos (risos). E, agora, com o João, mais ainda. O maior desejo da minha vida é ser mãe, mas ainda não é a hora”, revela. Namorando o empresário Igor Raschkovsky há quase seis anos, Sthefany não está com pressa para se casar. “Planos todo mundo tem, mas, enquanto tiver bom para os dois assim, está ótimo. A gente se dá superbem, estamos felizes e o Igor é um grande parceiro de vida que tive o privilégio de encontrar”, declara. 

Sem crise de idade 
A atriz completou 30 anos no dia 19 de junho. Sthefany garante que não bateu a famosa crise de idade. “Nunca tive problema com idade, acho que minha alma é velha. Quando eu tinha 15, queria fazer 18. Quando completei 18, queria chegar logo aos 20... (risos). Talvez pelo fato de eu ter começado a trabalhar muito nova, acabei amadurecendo mais cedo. Mas estou feliz com meus 30 anos, bem resolvida. Eu achava que iria ter uma penca de filhos, mas vi que as coisas mudaram, não são assim. Estou tranquila, plena, trabalhando muito, minha família está bem, está tudo num lugar legal” festeja a geminiana. 

Vaidade no limite 
Se, em O Rico e Lázaro, Nitócris é supervaidosa, na vida real, Sthefany revela que não nutre a mesma fixação por beleza de sua malévola princesa. “Sou zero ligada nisso, deveria ser mais até. Me preocupo um pouco com uma ruga aqui, um pé de galinha ali, mas não como ela. A Nitócris não aceita ter nada, quer ser sempre a mais bonita, a mais perua, é cheia de joias, roupas chamativas. Deixo tudo isso tudo pra ela”, brinca.

06/09/2017 - 13:54

Conecte-se

Revista Minha Novela