Viviane Araújo se prepara para arrasar nas passarelas do samba

Ela estará à frente das baterias do Salgueiro e da Mancha Verde

Texto: Carlos Ramos

Viviane Araújo | <i>Crédito: Alex Nunes/Divulgação
Viviane Araújo | Crédito: Alex Nunes/Divulgação
Quando se fala de Carnaval só dá ela: Viviane Araújo reina no Rio de Janeiro, no Salgueiro, e em São Paulo, na Mancha Verde. Ela debutou como rainha de bateria, em 2002, na Mocidade Independente de Padre Miguel, mas o título de Rainha das Rainhas, foi conquistado em 2013, conferido pelo tradicional bloco Cacique de Ramos. Guerreira, Viviane triunfou também ao vencer a quinta edição do reality show da RecordTV, A Fazenda, e calou a boca de muita gente que duvidava de sua estreia como atriz, na novela Império (2014), pela qual recebeu vários prêmios de Revelação, incluindo o Prêmio Contigo! de TV. “Não reclamo de nada pelo que passei, de tudo o que vivi. Acho que tudo valeu à pena. Está maravilhoso!”, resume a carioca, que brilha agora como a Edith, de Rock Story. A personagem, como admite a atriz, é o oposto dela.

Edith trocou a profissão de dançarina pelo casamento com Nelson (Thelmo Fernandes), tornando-se uma mãezona de Vanessa (Lorena Comparato) e Tom (João Vitor Silva). Sacrifício que a carioca, de 41 anos, não faria por amor. Viviane mantém, há quase dez anos, uma relação estável com o jogador de futebol Radamés, com quem quer oficializar a união e aumentar a família. “A novela acaba em junho...”, sugere.

Foi difícil conciliar a gravação da novela com os ensaios do Carnaval do Rio e de São Paulo? 
Que nada! O Salgueiro superentende. Aos sábados, vou aos ensaios de quadra e, às quintas, quando a escola ensaia pelas ruas da Tijuca.

Levaria uma vida como a da Edith? 
No fundo, acho que ela tem saudade do tempo que era dançarina. Mas a Edith é bem feliz com a vida que leva. Peguei uma inspiraçãozinha na minha mãe, que é mais protetora, mas nunca parou de trabalhar fora por causa de casamento, de filhos. Acredito que tudo seja questão de escolha. 

Como é ter dois filhos na novela?
Sou uma pessoa superamiga, mas não demonstro muito carinho, afeto. Não sou melosa. Essa dificuldade, da mãe que abraça, que beija toda hora, como a Edith, pra mim foi um pouco complicado, difícil. 

Você e Radamés já disseram que querem aumentar a família... 
Estamos tranquilos. Vai ter o tempo de a gente oficializar o nosso relacionamento. Mas ele entende que estou no meu momento, numa fase muito boa da minha vida profissional. Já estou adiando ter filho há um tempão. Mas a novela acaba em junho... 

Retardar demais não pode causar dificuldade para engravidar?
A gente dá um jeito, faz tratamento. Tudo na vida tem a hora certa. Na minha, nunca é a hora que eu quero, e sim a que tem de ser. Não estava esperando esse convite. Quando terminar Rock Story, vai aparecer outro? Não sei... 

Você é muito ciumenta? 
Sou. Mas não de fazer barraco por amor. Só se for uma coisa muito descarada, gritante, aí eu faço. Principalmente em público. Em casa, a história é outra. Mentira (gargalha)! Dá uma geral no celular do gato? Às vezes dou uma olhadinha (risos). Mas não temos esse costume de ficar bisbilhotando o telefone um do outro.

24/02/2017 - 10:59

Conecte-se

Revista Minha Novela